Paracas: o encontro do deserto com o mar

Embora não muito conhecida pelo público brasileiro, Paracas, no sul do Peru, tem algumas paisagens bem exóticas para nós. Ilhas cheias de vida animal e praias formadas pelo encontro do deserto com o mar são algumas das surpresas que essa cidade, há 3 horas de Lima, reserva.

Os principais passeios são:

Islas Ballestas

Em um passeio de barco visitamos ilhas habitadas por milhares de aves, pinguins de humboldt e leões marinhos, e de quebra vimos um daqueles desenhos feitos na areia há centenas de anos e que até hoje ninguém sabe explicar como.

Há várias saídas diárias. Se você tem pouco tempo, o melhor é pegar o passeio que dura de 8-10h da manhã, porque encaixará perfeitamente com o horário de saída para o passeio da Reserva Nacional, que citarei em seguida.

"Candelabro" - Península de Paracas

"Candelabro" - Península de Paracas

A primeira parada da lancha é em frente ao Candelabro, que é um desenho feito na encosta da Península de Paracas. Apesar de a figura levar esse nome algumas teorias dizem que é o desenho de uma planta e não de um candelabro. Independente desta polêmica, o tamanho e o fato de que mesmo com tanto vento não se desmancha, impressiona.

Islas Ballestas

Islas Ballestas

Em poucos minutos chegamos às Ilhas Ballestas. Durante cerca de uma hora a lancha da voltas em formações de pedra esculpidas pelo mar e pelo vento onde habitam centenas de espécies de animais. As aves são a maioria, e às vezes os grupos são tão grandes que parecem nuvens escuras cortando o céu para pescar.

Leões Marinhos nas Islas Ballestas

Leões Marinhos nas Islas Ballestas

Pinguins de Humboldt nas Islas Ballestas

Pinguins de Humboldt nas Islas Ballestas

Mas as estrelas principais são os leões ou lobos marinhos. Se deitam nas pedras para descansar e muitas vezes parecem que pousam para a foto dos turistas.

Em menor número mas com a mesma fofura estão os pinguins de Humboldt. Convivem muito bem com as outras espécies de aves, como os pelicanos.

Reserva Nacional de Paracas

Reserva Nacional de Paracas

Reserva Nacional de Paracas

Este é o passeio percorre a parte terrestre da Reserva Nacional de Paracas, com seu deserto e suas praias. É possível visitá-la com um ônibus, ou alugando bicicletas e quadriciclos.

Para quem fez o passeio das Ilhas Ballestas pela manhã, a saída para a Reserva é às 11h. A primeira parada é no centro de visitantes. Três salas de visitação contam a história da formação da região em decorrência da movimentação de placas tectônicas, e um pouco sobre as espécies de animais que habitam atualmente.

Vista do Centro de Visitantes da Reserva Nacional de Paracas

Vista do Centro de Visitantes da Reserva Nacional de Paracas

Em seguida, a parada é feito no mirante da Catedral. Esse é o nome de uma formação de pedra na beira da praia. Em 2007 foi parcialmente destruída por um terremoto.

Vista do Mirante da Catedral

Vista do Mirante da Catedral

O ônibus segue e faz paradas em alguns outros mirantes até chegar à Playa Roja (praia vermelha), onde há estruturas de restaurantes para o almoço. Novamente as aves tomam conta da paisagem e fazem um espetáculo a mais para os turistas. Após a comida é feito o caminho de regresso.

Playa Roja - Reserva Nacional de Paracas

Playa Roja - Reserva Nacional de Paracas

Pelicano na parada para o almoço

Pelicano na parada para o almoço

Outras atividades

01112014-DSC00951

Para quem tem um pouco mais de tempo, a cidade é ótima para a prática de esportes de vento. Há escolas de Windsurf, Kitesurf, Parapente.

Quando eu fui eu tive a oportunidade de conhecer o Culturides. É uma "máquina do tempo" que conta a história de Paracas com bonecos mecatrônicos em uma cabine que se move. Interessante. Fica no prédio do Restaurante Paracas, que talvez seja o melhor da cidade, em um terraço com vista para o mar. Boa aposta para o fim de tarde.

Foto: facebook Culturides

Foto: facebook Culturides

Leia mais sobre o Peru:

Huaraz: natureza e cultura há poucas horas de Lima

8 comentários

  1. Yosha 15 Março, 2016 at 19:23 Responder

    (Copiando e colando! :)))
    Ana, seu blog é maravilhoso! Achei mil informações úteis aqui pra várias viagens! Muito obrigada pelas dicas!
    Vim parar aqui buscando mais sobre o passeio da reserva de paracas, porque vou fazer uma dobradinha ica-paracas em breve (vai ser dividida em 2 dias, então tem tempo… mas o que tá pegando é que no segundo dia, que seria do passeio das islas ballestas e reserva de paracas, tenho que pegar um ônibus na cruz del sur às 17).
    Então uma grande preocupação é se o passeio na reserva (que fiquei sabendo pelo seu blog que começa às 11 da manhã, então você já me salvou com essa informação) vai acabar a tempo de chegar na rodoviária de ica ou paracas (digo “ou” porque ainda nao sei se vou deixar as malas no hotel pra ir pro passeio ou levar elas logo se for possível pra já ir de paracas pra lima) tranquilamente às 17. Você lembra quanto tempo levava o passeio na reserva, ou que horas acabava? Desculpa ocupar o espaço dos comentários pra perguntar algo referente a um post lááá atrás…
    Seu blog é meu preferido dos de viagem.

    É despretensioso, tem fotos lindíssimas e dá dicas e detalhes realmente úteis e que fazem a diferença pra quem vai pro local. Obrigada novamente!

    • Ana Beatriz 16 Março, 2016 at 15:06 Responder

      Oi Yosha! Obrigada por todo o carinho novamente! Você fez meu dia! heheh

      Então, vamos lá! Para você pegar o passeio das 11h da reserva, você tem que ter feito o de 8h para as Islas Ballestas, e isso significa que você tem que ter dormido em Paracas (ou sair num ônibus de Ica pra lá muito cedo!). Veja isso direitinho hein! Se for contratar o passeio em Ica, confirma com a agência que vocês estarão no primeiro horário. Porque tem um grupo que começa às 10h, geralmente quem faz o passeio de um dia vindo de Lima. Começando às 10h, termina só pelas 12h, e não dá tempo de pegar o passeio das 11h para a reserva.

      Esse passeio dura poucas horas, com certeza dá tempo de pegar o ônibus para Lima. Melhor pegar em Paracas, para não ter que voltar a Ica, e arriscar ainda mais se enrolar com o tempo. Avisa ao guia que você tem esse horário, assim ele garante que o grupo todo vai respeitar os tempos de visita em cada parada e vai voltar a tempo. Pode levar a mala e deixar dentro do ônibus do passeio.

      No mais, boa viagem!! Eu acabei de me mudar para Lima! Quando estiver por aqui, me escreve no anabeatriz@planejoviajar.com.br e podemos combinar de nos encontrar! Vou adorar! Estou aguardando o relato da viagem hein!!! Abraço!

Deixe uma resposta