Colônia do Sacramento: a simpatia uruguaia em forma de cidade

Colônia do Sacramento é uma cidadezinha uruguaia à beira do Rio da Prata, o mesmo que banha Buenos Aires. Na verdade Colônia fica bem mais próxima desta do que de Montevidéu. Foi o meu primeiro contato com o Uruguai. Eu estava viajando sem datas fixas e pensei em fazer apenas um bate-e-volta da Argentina a Colônia, mas acabei ficando quase dez dias no Uruguai.

A cidade tem o meu estilo preferido em lugares turísticos. Aqueles em que você tem tempo de visitar tudo em poucas horas e fica com o resto do dia apenas para andar sem compromisso e sentir o clima do lugar.

Eu cheguei, deixei a mochila no hostel e fui caminhar. Meu plano era andar sem rumo e me deixar surpreender. Na primeira esquina um senhor idoso me perguntou se eu precisava de ajuda para encontrar algum lugar. Trazia um sorriso tão simpático que eu logo aprenderia que é o jeito uruguaio de receber bem.

O resto do meu passeio foi por ruas de pedra, com árvores cheias de flores e casas que parecem de boneca. Cheguei finalmente à orla do rio onde turistas andavam tranquilamente de bicicleta. Em outro ponto da orla, as ruínas do que um dia foi um forte parecem ser um ótimo lugar para apenas observar o rio correr.

Várias ruas tem nomes em português. Portugal disputou com a Espanha o domínio da região da foz do Rio da Prata. A ocupação portuguesa – ou melhor brasileira, já que a sede do Império era no Brasil – durou até 1828, quando foi conquistada a independência e criada a República Oriental do Uruguai.

Os restaurantes mantém a tradição de oferecer mesas ao ar livre: ótima oportunidade para provar os vinhos e a carne uruguaios.

 

Como chegar

Casas de Pedra em Colônia do Sacramento

Casas de Pedra em Colônia do SacramentoIndo de Buenos Aires

É possível visitar Colônia do Sacramento saindo de barco de Buenos Aires. Três empresas fazem o serviço, cada uma com um porto próprio. Ou seja, você já tem que saber qual delas vai usar para se dirigir ao local correto.

Buquebus

ColoniaExpress

Seacat

Vale a pena comprar as passagens com antecedência. Na hora do embarque a passagem pode custar até o dobro do preço. E para evitar surpresas, considere que o preço exibido no site das companhias muitas vezes não inclui a taxa de embarque. Eu fiz o planejamento de gastos da viagem e a passagem acabou saindo por mais do que o dobro do esperado.

Na ida, você fará os trâmites de migração no porto de Buenos Aires, tanto o "carimbo" de saída da Argentina, como o de entrada no Uruguai. E na volta fará a saída do Uruguai e entrada na Argentina ainda no porto de Colônia.

Para nós, brasileiros, os mesmos documentos exigidos para entrada na Argentina são válidos para o Uruguai, então não precisa se preocupar em providenciar nada a mais.

Indo de Montevidéu

Se você está de passeio por Montevidéu e quer dar uma escapulida para Colônia, há ônibus de hora em hora saindo do Terminal Tres Cruces (que também é um shopping). São mais ou menos três horas de viagem, estradas em boas condições e ônibus com wi-fi.

Veja os horários e as companhias aqui.

O terminal de Colonia é ao lado do porto onde chegam os barcos de Buenos Aires. Terminal e porto são bem próximos ao Centro.

Indo de Punta del Este

Não há ônibus diretos de Punta del Este a Colônia. É preciso tomar um ônibus para Montevidéu e de lá outro para Colônia.

 

 

 

Deixe uma resposta