Ramadã em Dubai

O amigo Rafael Castro é professor de turismo, está passando uma temporada na Austrália, e tem um currículo de viajante de dar inveja. Em sua primeira participação no blog, ele nos conta como foi passar o ramadã em Dubai como turista.

 

Uma das experiências mais intrigantes e interessantes que vivi durante o ano de 2013 foi ter visitado o Emirado de Dubai durante o Ramadã. Para quem não sabe o Ramadã é o nono mês do calendário islâmico no qual acredita-se que o profeta Maomé recebeu a revelação da parte de Alá (Deus) dos primeiros versos do Alcorão. O período do Ramadã em cada ano é baseado na combinação das observações da lua e em cálculos astronômicos. Este é um dos mais tradicionais e importantes períodos do ano para os muçulmanos.

Tudo bem, mas o que isso quer dizer na prática e de que forma o Ramadã pode impactar minha visita à um país islâmico?

Bem, durante esse período as pessoas jejuam entre o nascer e o por do sol. As penas para as pessoas que não praticam o jejum são mais rígidas em determinados países e menos em outros. No Marrocos, por exemplo, o Código Penal prevê pena de até 6 meses de prisão. Já nos Emirados Árabes (no caso de Dubai) a pessoa geralmente será punida com a prestação de serviços comunitários.

Mas isso serve para mim, mero turista, que só estou visitando a cidade? A resposta é SIM! A partir do momento que se entra em um país todos estamos sujeitos às leis e costumes desse país e devemos respeitá-los. Sendo assim, se você pretende visitar os Emirados Árabes ou outro país mulçumano durante o período do Ramadã você deverá se atentar ao seguinte:

* Você não poderá beber, comer ou fumar em público entre o nascer e o por do sol.

* Grande parte dos restaurantes estará fechada durante este período do dia e abrirão após o por do sol muitas vezes estendendo-se até a madrugada.

* Alguns restaurantes funcionam com sistema take away (você compra a comida, mas não pode comer no restaurante). Geralmente a fachada estará coberta com panos pretos.

* Os hotéis são considerados zonas livres. Então se bater aquela fome procure um hotel já que praticamente todos possuem restaurantes funcionando no horário do almoço. Nestes as refeições acontecem normalmente com serviço de mesa.

* O não cumprimento do jejum, além de ser passível de pena caso você seja pego pela polícia, é considerado enorme ofensa para os árabes!

* As crianças podem comer e beber nas praças de alimentação dos shoppings.

 

Bebendo Água no Banheiro

Esse que vos escreve bebendo água no banheiro do Dubai Mall

 

 

Praça de Alimentação do Shopping

Crianças comendo na praça de alimentação do Mall of the Emirates.

 

 

Starbucks com panos pretos

Fachada do Starbucks coberta com panos pretos

 

 

Agora algumas dicas do que eu pude observar em Dubai e de como eu “me virei” por lá no Ramadã:

* Grande parte dos hotéis oferece água mineral sem custo algum nos quartos. Pegue algumas garrafinhas e coloque na mochila/bolsa antes de sair para a rua. O calor é insuportável neste período do ano e ficar sem água para nós ocidentais é praticamente impossível! Como beber a água?? Vá até um banheiro e beba a sua água tranquilamente dentro de um espaço reservado (sabe onde fica o vaso sanitário? Então... lá mesmo!)

* Eu pensei duas vezes se eu realmente ia fazer o tour no deserto ou não, imaginando que eu não poderia tomar água. Porém, fiquem tranquilos porque todas as empresas operadoras de passeios no deserto oferecem água nos carros e a experiência é imperdível!

* Se a fome bater, procure um hotel. Sempre vai ter algum por perto.

* Se você estiver no Dubai Mall (maior shopping do mundo) encontrará muita dificuldade em encontrar algum restaurante. Minha dica é a seguinte: siga as placas do hotel The Address. Ele fica interligado ao shopping e tem um buffet árabe maravilhoso!

* Não deixe de participar de um Iftar. Esse é o nome dado à celebração de quebra do jejum ocorrida todos os dias ao por do sol. A maioria dos hotéis oferece o iftar com buffets super caprichados. E tem para todos os bolsos: desde os mais baratos até os mais chiques e caros.

No mais aproveite muito essa cidade incrível que é Dubai e não deixe de visita-la durante o Ramadã. A cidade fica com um ar todo especial! Além disso, viver parte da cultura muçulmana é uma experiência única!

 

 

metro dubai

Metrô de Dubai

 

 

desert safari

Desert Safari - Passeio ao Deserto

 

 

Deixe uma resposta