Dicas para curtir o Réveillon em Copacabana

 

O Réveillon talvez seja a principal festa brasileira. Como somos um povo muito supersticioso, nos vestimos de branco, vestimos roupa de baixo nova, comemos lentilha, pulamos sete ondinhas, e fazemos oferenda a Iemanjá (mesmo sem saber exatamente quem ela é).

E se a data é especial para nós no Brasil, a queima de fogos nas areias de Copacabana é o ápice! A partir dos anos 70 alguns moradores começaram a ir para a praia fazer as oferendas à “Rainhas das águas” e 40 anos depois, cerca de 2 milhões de pessoas de várias partes do mundo se reúnem todos os anos para a virada mais famosa do país.

Há quem diga que todo brasileiro tem que assistir ao espetáculo ao vivo pelo menos uma vez na vida, o que eu particularmente concordo. Se já é lindo assistir pela televisão, ao vivo você tem a real noção da beleza das luzes.

Imagine chegar a uma orla em que todas as luzes de todas as janelas de todos os apartamentos estejam acessas ao mesmo tempo, ainda decoradas pelas luzes de natal. Para complementar, vários navios de cruzeiro ancorados ao longo da praia e tão decorados quanto. Então, à meia noite os fogos sincronizados com a música ganham definitivamente o coração de todos os participantes.

Foto: Fernando Quevedo

Foto: Fernando Quevedo

É claro que uma festa tão linda e democrática não poderia estar à disposição sem sacrifícios. As ruas do bairro ficam fechadas algumas horas antes da festa, dificultando bastante o acesso. Além disso, mesmo com a segurança reforçada, é bom não levar muitos objetos e coisas de valor.

 

Se puder, hospede-se em Copacabana

A melhor maneira de curtir a festa com certeza é ficar em Copacabana. É verdade que todos os hotéis cobram caríssimo, e provavelmente já estão lotados. Neste caso vale até forçar a amizade com aquele conhecido com quem você não tem muito contato.

Mesmo que não consiga ficar hospedado, se conseguir um local de referência para chegar mais cedo ao bairro e ficar esperando o horário da queima de fogos, já vale a pena.

Reserve seu hotel pelo Booking.com (link afiliado)

Taxi

Bom, como nem todo mundo vai ter um lugar para ficar em Copacabana, uma das opções para chegar é de taxi. Mas tanto o taxi quanto o ônibus, depois de um certo horário não poderão entrar no bairro. Você terá que descer em Botafogo e fazer uma caminhada meio longa para chegar à praia.

Valéria Del Cuelo

Foto: Valéria del Cuelo

 

 

Ônibus

Além de ter a mesma limitação do taxi, na noite da virada os ônibus sofrem algumas alterações no trajeto. Essas mudanças são publicadas alguns dias antes, informe-se ao chegar à cidade.

 

Metrô

Entre os transportes públicos este é o que te deixará mais próximo à praia, a uma caminhada mais curta. Por isso mesmo será o preferido pelo maior número de pessoas.

Nos últimos 15 anos o Metrô Rio tem vendido bilhetes especiais para a virada, separados por faixas de horários e que devem ser comprados com antecedência. Os usuário têm um intervalo de 1h para embarcarem, e os bilhetes normais não funcionam neste dia, voltando a valer apenas às 7h do dia 1º de janeiro.

A venda começa lá pelo dia 15 de dezembro, e lá pelo dia 29, 30 já deve esgotar. Não deixe para a última hora. A venda é feita apenas nas estações, não pode ser feita pela internet. No primeiro dia de sua viagem, ao desembarcar no Rio, faça a compra de seu bilhete.

Pode ser que haja também alterações nas transferências, informe-se ao chegar lá para evitar se perder.

 

Vá com roupas e sapatos confortáveis

Pelo que falei já deu para perceber que terá que caminhar bastante. Por isso prefira um sapato que não machuque e sirva para longas caminhadas, e uma roupa que te permita sentar no chão, ou na areia da praia. Você esperará longos períodos.

Christyam

Foto: Christyam

 

 

A programação de shows não faz falta

Todos os anos são montados palcos com uma programação de artistas conhecidos nacionalmente e Djs para tocar antes de depois do momento da virada. Eu prefiro ir embora de Copacabana depois dos últimos abraços de “Feliz Ano Novo” porque a segurança já fica bem comprometida depois das 00h30. Além disso, pela lotação você não conseguirá curtir tanto o show, e pode ter mais dificuldades para conseguir transporte quanto mais tarde ficar.

Dá para conciliar com festas na cidade, seja de amigos, ou festas a se realizar em casas de eventos da cidade. Veja a queima de fogos e termine a comemoração em outro local.

Na minha opinião, mesmo com todas essas dificuldades vale muito a pena. O Réveillon em Copacabana é algo que tem que ser feito ao menos uma vez na vida!

No mais, se ainda não se decidiu, ainda é tempo! Se as passagens de avião já estão caríssimas, vá de ônibus ou de carro! Se não der esse ano, se programe para os próximos!

 

RESERVE SEU HOTEL NO RIO DE JANEIRO

 

*Reservando seu hotel por este link, sem nenhum custo extra pra você, eu recebo uma pequena comissão que ajuda a cobrir os custos de manutenção deste site! Obrigada!

Deixe uma resposta