Porque ataques a Bruxelas não surpreendem

De certa forma não surpreendem os dois ataques a Bruxelas que ocorreram em sequência ao Aeroporto Internacional de Zaventem e à estação de metrô Maelbeek em Bruxelas. Os ataques a Bruxelas já tiveram autoria reclamada pelo ISIS. O que surpreende é a incapacidade da inteligência internacional e das autoridades da Bélgica de detectar e impedir a matança.

Afinal, há quatro dias foi preso na cidade o cabeça dos atentados de Paris, Salah Abdeslam, que estava foragido desde novembro. A partir da confissão de autoria do Isis pelos atentados de hoje a ligação entre os dois eventos fica patente.

A polícia belga, na segunda-feira, havia divulgado a identidade de Soufiane Kayal, identificado como Najim Laachraoui. Era para se prever alguma reação dos terroristas, e a segurança teria que ter sido elevada ao máximo.

Até agora são 31 mortos e 250 feridos. Logicamente todos os voos para e de Zaventem foram suspensos, ônibus não estão circulando e as linhas de metrô estão paradas.

Europa em alerta máximo

(Assistam ao vídeo do ataque divulgado pela CNN em http://edition.cnn.com/2016/03/22/europe/brussels-explosions-latest-updates-live/index.html)

Como é óbvio, viajar à Europa hoje, não é seguro. Bélgica, claro, está em alerta máximo, embora a companhia que administra o aeroporto preveja reabertura na quinta-feira. A Alemanha já reforçou a segurança no Aeroporto de Frankfurt, enquanto a França mandou fechar temporariamente a Gare du Nord, onde encontraram um pacote suspeito, mas a suspensão já foi levantada.

A segurança no Aeroporto Charles de Gaulle já foi reforçada também.

A Thalys, companhia que opera os trens de alta velocidade entre Paris e Bruxelas, Colônia, na Alemanha e Amsterdam, na Holanda, informou ter suspendido as atividades, coisa que não deverá durar muito.

Várias outras ações de segurança estão pululando pela Europa, principalmente países vizinhos à Bélgica.

Brasileiros

O consulado-geral do Brasil em Bruxelas está funcionando em regime de plantão reforçado, à disposição dos brasileiros que precisem de informações sobre parentes e amigos.

Telefones para contato:

- plantão consular em Bruxelas: (00XX) 324 789 49107

- Núcleo de Assistência a Brasileiros no Exterior (NAB), em Brasília: (0XX) 61 2030 8804 ou (0XX) 61 2030 8805

- Plantão do NAB: (0XX) 61 8197 2284

O Itamaraty divulgou também um e-mail como forma de contato alternativo, uma vez que as linhas telefônicas em Bruxelas estão congestionadas desde os ataques. O endereço é consulado.bruxelas@itamaraty.gov.br.

 

 

Deixe uma resposta