7 dicas para economizar em viagens nacionais

Tudo bem, já desistimos de sair do Brasil este ano. Enquanto esta crise econômica e política não for resolvida e o dólar não baixar para um patamar razoável novamente, vamos aproveitar tudo de lindo que tem aqui pelo Brasil mesmo!

Não que isso seja nenhum sacrifício, mas é que até que estávamos gostando daquela corrida por carimbos no passaporte na qual nos metemos nos últimos tempo, não é mesmo?

Bom, o Brasil tem a fama de ser um lugar muito caro para tirar férias, e muitas vezes até usamos este argumento para justificar que viajar para fora pode ser mais barato do que viajar por aqui. Mas, porém, contudo, todavia, entretanto.... não é bem assim!

Tudo bem, o Brasil é caro! Não para viajar, para morar! Mas não precisa ser tão caro assim se você usar nas suas viagens nacionais justamente todas as "estratégias" que você usa quando viaja para fora. Continue ligado e vou te mostrar 7 dicas para economizar em viagens nacionais.

 

Viaje para as redondezas

Vale da Lua - Chapada dos Veadeiros, Goiás

Vale da Lua - Chapada dos Veadeiros, Goiás

Vai dizer que não conhece ninguém que já visitou o Japão mas nunca foi naquela cidadezinha bonitinha que fica a 100 km da sua. Eu mesma, tenho que confessar, sendo blogueira de viagens e completamente apaixonada pelo Brasil, já fui à Amazônia e ao outro lado do mundo mas não conheço várias cidades bacanas de Goiás. Nunca fui à Cidade de Goiás, e à Terra Ronca, por exemplo, e fui muito menos vezes do que deveria à Chapada dos Veadeiros. (moro em Brasília)

Vamos lá, quando terminar de ler este texto digite no google "Passeios ao redor de (sua cidade)". Com certeza vão surgir opções bacanas para planejar suas férias.

Agora, se você é daqueles que aproveita bastante a sua região, já foi várias vezes (como deveria) para todas as cidadezinhas e parques nacionais do entorno da sua cidade vamos achar um lugar diferente para você visitar?? Veja a próxima dica!!!

 

Compre a passagem na hora certa

A boa notícia é que existem passagens a preços muito bons para viajar pelo Brasil! Sempre há promoções com várias opções de datas e horários.

Eu sempre vejo as pessoas dizendo : "Uma passagem para o nordeste é R$ 1000, sendo que uma para Buenos Aires é R$ 750, ou uma para Miami R$ 1500!" Vamos lá... injustiça você comparar o preço de uma passagem aérea na alta temporada e fora de promoção com o preço de uma na promoção em baixa temporada para fora do Brasil né? Se é para falar em promoção, vamos falar sério. Você já voou para fora do Brasil por R$ 7? Eu nunca vi! Mas já voei para Belo Horizonte por este preço!

Existe toda uma "ciência" para encontrar a passagem no melhor preço possível. Não existe apenas uma dica, e sim uma compilação de dicas que tem que ser aplicadas com muita paciência e determinação. Às vezes você precisa esperar alguns meses por um bom preço para o destino que você quer, numa data que você possa.

O blog Melhores Destinos já se tornou uma referência neste sentido, e criou até um aplicativo de celular para enviar alertas para divulgar promoções de passagens que eles encontram!

Nas passagens nacionais, a maioria das promoções acontece nos finais de semana. Não para voar, e sim para comprar. Entre na sexta a partir das 20h, e o mais provável é que a passagem que você tinha visto durante a semana vai estar pelo menos uns 30% mais barato. Acredito que eles deixam mais caro durante a semana porque toda a emissão por agências de viagem corporativas é feita no horário comercial, e fora disso as vendas caem muito.

Outro mito é de que comprar a passagem com a maior antecedência possível é o ideal. Eu já tinha percebido isso nas minhas buscas, e o Melhores Destinos fez um estudo a partir de todas as promoções que eles divulgam e chegaram a uma "fórmula" da antecedência ideal. Às vezes comprar com muita antecedência pode fazer o preço estar na verdade mais alto do que a média.

A antecedência ideal para você comprar a passagem para a baixa temporada é de 25 a 40 dias e na alta temporada de 60 a 120 dias.

Eu arrisco dizer que para destinos mais concorridos, como o carnaval em Recife, a antecedência ideal pode ser ainda maior. Agosto de ano anterior é o momento de encontrar passagens por um preço mais ou menos bom. Enfim, promoções para viajar na sexta a noite e voltar na quarta de manhã do carnaval de Recife provavelmente não vão acontecer.

Você vai ver que viajar nas terças e quartas, e em horários menos confortáveis também pode resultar em passagens num preço mais bacana.

 

Viaje de carro

kombi hippie

Às vezes vale mais a pena ir de carro mesmo, principalmente quando a decisão da viagem é tomada de última hora, e para viagens em grupo. A vantagem de viajar de carro é que em alguns destinos o carro é muito importante, como Florianópolis, por exemplo.

Quando fui passar o reveillon na Bahia e fazer uma viagem rodoviária de 20 dias pelo litoral eu fui de carro com dois amigos, e dessa forma tinhamos transporte entre uma cidade e outra, e carro para visitar praias mais distantes em Itacaré.

O trajeto, mesmo que dure mais de um dia pode ser bem divertido também. Nesta viagem para a Bahia nos aventuramos por umas estradas de terra no Vale do Jequitinhonha em Minas (para cortar caminho) e passamos por umas paisagens tão lindas de uma região que não conheceríamos de outra forma.

Em grupo, os gastos de viajar de carro podem ficar bem mais baratos do que viajando em avião e ônibus.

 

Viaje fora de temporada

Cidades turísticas vivem de temporadas. Eles tem que ganhar em quatro meses por ano o suficiente para se sustentar o ano todo. No resto do tempo, principalmente durante a semana, eles tem condições de fazer preços bem atrativos.

Se você não tem filhos, e tem flexibilidade para viajar fora de temporadas, pode pegar bons preços e lugares mais vazios. Em alguns casos, vai até aproveitar os melhores períodos, como em Fernando de Noronha onde a melhor época é setembro, e Lençóis Maranhenses que fica bom até junho.

 

Procure por hospedagem alternativa

Quando eu viajo pelo Brasil com minha família eu sempre uso casas ou apartamentos alugados pelo Airbnb. É uma solução super bacana para viagens em grupo, porque além de sair bem mais barato, você ainda economiza porque pode cozinhar em casa e às vezes lavar as roupas também!

Viajando sozinho também pode ser uma boa, pois alguns anfitriões alugam quartos em suas casas, então você paga bem pouquinho por um quarto só para você e ainda faz amigos locais!

No site você consegue encontrar várias opções em muitas cidades. Algumas bem luxuosas e caras, outras baratas e charmosas. Um quarto pode sair a partir de R$ 50, e um apartamento com capacidade para receber quatro pessoas a partir de R$ 100. Ou seja, R$ 25 reais para cada um! É mais barato do que qualquer hotel, e mesmo do que muitos hostels!

Eu já experimentei como hóspede e como anfitriã.

Se você quiser um desconto de R$ 79 para a sua primeira experiência no Airbnb, é só me mandar um email com o assunto "Desconto no Airbnb" que eu te mando um cupom! Espere o cupom que vou te mandar para fazer seu cadastro! (anabeatriz@planejoviajar.com.br)

 

Fique na casa de amigos

dormir no sofá

Entre as hospedagens alternativas mais bacanas está a casa de amigos e familiares. Assim você economiza na hospedagem e ainda visita amigos que não vê há bastante tempo. A convivência de tomar café da manhã juntos, mesmo se eles não o acompanharem em toda a programação, é muito rica, muito mais do que uma simples visita entre um e outro passeio das suas férias.

Contudo, seja gentil! Não deixe a casa bagunçada, ajude a lavar as louças e se ofereça para cozinhar algum dia para eles. Outra forma de ser gentil é levar algum presente, ou alguma comida típica do seu estado para os seus amigos. Ah, e não fique muito tempo. A duração ideal para uma visita é no máximo 7 dias. Mais do que isso você interfere demais no dia-a-dia da casa.

 

"Em Roma, faça como os romanos!"

Morar em uma cidade é bem mais barato do que viajar de férias para esta cidade. Porque quando você é morador, você conhece restaurantes mais simples voltados para os locais, você usa o transporte público para ir aos lugares ao invés de pagar 10x mais por um passeio organizado em agência de viagens, e você sabe curtir a cidade sem precisar visitar as atrações que cobram pela entrada.

Nas suas próximas férias, tente aproveitar a cidade como se você fosse um morador, mesmo que você não esteja visitando ninguém que mora ali. Ao invés de comprar um passeio de R$ 25 numa agência de viagem para ir a uma praia, pergunte no comércio como as pessoas chegam até lá. Provavelmente tem um ônibus que passa lá perto de R$ 2,50. Demora um pouco mais, mas você está de férias e não tem pressa, né? Então aproveite o caminho para experimentar o transporte público de uma cidade diferente da sua, nem que seja para odiar! heheh (Não esqueça de perguntar os horários para o retorno!)

Quase todas as cidades tem parques bacanas que ficam cheios de pessoas praticando exercícios e fazendo piquenique nos finais de semana. Ser um morador por um dia e visitar estes locais, que não cobram para entrar, pode ser uma experiência bacana e barata!

Ande alguns quarteirões para fora das áreas turísticas e vai encontrar os restaurantes não turísticos onde comem as pessoas que trabalham naquele bairro. Vai ser bem mais barata a refeição e você vai conhecer a versão "original" dos pratos típicos. Mercados públicos também costumam ter refeições por um preço bem mais em conta do que comer na beira da praia.

 

Descansando depois do almoço em Boa Vista do Acará, próximo a Belém

Descansando depois do almoço em Boa Vista do Acará, próximo a Belém

_______

Enfim, concluindo: se você se planejar e se abrir para a possibilidade de ter uma experiência mais autêntica nos locais você viajará de maneira barata e divertida. Na verdade muitas dessas dicas vem da nossa própria experiência. Era assim que a maioria de nós viajava nos anos 90, quando aviação e viagens internacionais ainda não estavam acessíveis para a maioria de nós.

Crises nos mostram o que é essencial e o que é supérfluo nos nossos hábitos de consumo! Usemos este momento para adquirir uma lógica mais responsável para nossas prioridades de gastos. Viajar é mudar de ares, conhecer o novo. Não precisamos de hotéis caros e restaurantes estrelados para viver esta experiência!

 

Tem mais alguma dica para viajar barato pelo Brasil?? Manda para a gente nos comentários!! Divulgamos para todo mundo!

Abração e boa viagem!

3 comentários

Deixe uma resposta